A Região Oeste deve tornar-se uma referência mundial em conhecimento e tecnologia agregada à proteína