30/03/2020

Guia do Empreendedor orienta sobre benefícios fiscais para a inovação

Guia do Empreendedor orienta sobre benefícios fiscais para a inovação

Com o objetivo de divulgar os benefícios das leis locais de inovação para empreendedores e, também, explicar as formas de acesso e as vantagens da adesão, entidades lançaram o Guia do Empreendedor com foco nas cidades de Cascavel, Foz do Iguaçu e Palotina.

O trabalho foi desenvolvido após a divulgação dos estudos realizados pelo Sistema Regional de Inovação – SRI e Iguassu Valley que, no ano passado, em conjunto com o Sebrae/PR, lançaram um Caderno de Indicadores, expondo os índices de inovação na região oeste do Paraná.

“Com o estudo, chegamos ao resultado de que no ano de 2018, nenhum empreendedor acessou os benefícios das leis municipais de inovação nestas três cidades. Portanto, precisamos divulgar as legislações, suas vantagens e regulamentação”, comenta o consultor do Sebrae/PR, Alan Debus.

Nos materiais estão detalhados indicadores como número de habitantes; quantidade de estabelecimentos e empregos; grau de urbanização; índice de desenvolvimento humano (IDH); produto interno bruto (PIB); densidade demográfica, entre outros. Inicialmente, as cidades de Cascavel, Foz do Iguaçu e Palotina já têm as leis de inovação sancionadas, por isso, são temas centrais na publicação. Com as informações detalhadas de cada município, os guias detalham a legislação e mostram os caminhos para os habitats locais de inovação e o passo a passo para o acesso aos benefícios.

“Por meio do Programa Cidade Empreendedora, por exemplo, o Sebrae/PR já apoia os municípios na implantação e regulamentação destas leis, mas é necessário maior esforço e priorização das políticas públicas na retenção e atração de empresas inovadoras que, em geral, têm capacidade exponencial de crescimento, são aliada à economia limpa e geram empregos mais qualificados”, complementa Alan.

Os Guias do Empreendedor de Cascavel, Palotina e Foz do Iguaçu foram desenvolvidos pelo Sebrae/PR em parceria com o Iguassu Valley, SRI, Programa Oeste em Desenvolvimento. O material de Cascavel também recebeu apoio da Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundetec) e do Centro Incubador Tecnológico para a formulação. Para ter acesso aos materiais de forma gratuita, basta entrar em contato com o escritório do Sebrae/PR em Cascavel pelo telefone (45) 3321-7050 ou pelo e-mail ADebus@pr.sebrae.com.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sebrae/Paraná 

01/04/2021

Decifrando o pedágio

Nesta entrevista, o presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), Rainer Zielasko, fala sobre a nova proposta de pedágios no Paraná e a mobilização da população e entidades pelo pedágio sem outorga. De uma maneira clara e objetiva, Zielasko decifra o termo “outorga” e explica o porquê desta modalidade ser tão prejudicial à região, bem como o impacto na vida de cada cidadão.

16/03/2021

Programa Oeste em Desenvolvimento comemora conquista de área livre sem vacinação

O Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reconheceu o Paraná como área livre de febre aftosa sem vacinação. O ato foi oficializado por meio da Instrução Normativa (IN) 52, assinada pela ministra Tereza Cristina e publicada ainda no exercício de 2020.

15/03/2021

Em dez anos, valor do pedágio será 70% maior

A nova proposta do Ministério de Infraestrutura para a licitação do pedágio no Paraná, para o período de 30 anos (de dezembro de 2021 a dezembro de 2051), prevê uma arrecadação (sem correção) de R$ 156 bilhões. Não se assuste! É isso mesmo. Um valor que, aos preços de hoje, dá para comprar três milhões e 120 mil carros populares.