Notícias

Confira abaixo as principais notícias do Oeste em Desenvolvimento. 

até

  • 01/04/2021

    Decifrando o pedágio

    Nesta entrevista, o presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), Rainer Zielasko, fala sobre a nova proposta de pedágios no Paraná e a mobilização da população e entidades pelo pedágio sem outorga. De uma maneira clara e objetiva, Zielasko decifra o termo “outorga” e explica o porquê desta modalidade ser tão prejudicial à região, bem como o impacto na vida de cada cidadão.

  • 16/03/2021

    Programa Oeste em Desenvolvimento comemora conquista de área livre sem vacinação

    O Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reconheceu o Paraná como área livre de febre aftosa sem vacinação. O ato foi oficializado por meio da Instrução Normativa (IN) 52, assinada pela ministra Tereza Cristina e publicada ainda no exercício de 2020.

  • 15/03/2021

    Em dez anos, valor do pedágio será 70% maior

    A nova proposta do Ministério de Infraestrutura para a licitação do pedágio no Paraná, para o período de 30 anos (de dezembro de 2021 a dezembro de 2051), prevê uma arrecadação (sem correção) de R$ 156 bilhões. Não se assuste! É isso mesmo. Um valor que, aos preços de hoje, dá para comprar três milhões e 120 mil carros populares.

  • 06/02/2021

    Oeste levanta a voz contra “pedágio caro por mais 30 anos”

    Audiência da Assembleia Legislativa em Foz do Iguaçu amplifica críticas ao modelo de concessão apresentado pelos governos federal e estadual.

  • 05/02/2021

    POD participa de audiência pública do Pedágio em Cascavel

    O Programa Oeste em Desenvolvimento é o principal articulador da pauta do pedágio e encaminhou uma carta ao Presidente da República que foi entregue oficialmente ontem (04), ocasião da presença de Jair Bolsonaro em Cascavel. Por sua vez, o Presidente comprometeu-se em cuidar pessoalmente do assunto, ouvindo lideranças e usuários.

  • 04/02/2021

    Menor tarifa: Entidades entregam carta a Bolsonaro, que tratará de tema pessoalmente

    O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu carta assinada por mais de cem entidades que pedem por modelo de pedágio com menor tarifa, sem outorga onerosa e que também diz não ao modelo híbrido de concessão.